O que fazer em Silveiras, no Vale do Paraíba, SP

Descubra Silveiras, a cidade onde o tempo parece que parou. Arquitetura e cultura do município remontam à época do Brasil Colônia.

Localizadas entre as Serras da Mantiqueira e Bocaina, as cidades do Vale Histórico guardam grandes riquezas. Entre elas, está o município de Silveiras, antigo rancho de tropeiros, que se desenvolveu no século XIX com a introdução do café no Vale do Paraíba. Em 1842, foi elevada à vila e, vinte e dois anos depois, à uma das cidades históricas do interior de SP.

O que fazer em Silveiras, SP

Praça Padre Antonio Pereira de Azevedo - Silveiras / SP | Aniello de Vita
Se no próximo feriado prolongado, você quiser um cantinho só para descansar e relaxar, Silveiras é o destino certo. Ali, você terá a sensação de que o tempo parou e se encantar com os prédios antigos, o artesanato local, as cachoeiras, o clima de montanha e a hospitalidade dos moradores da região.

Considerada como a capital do artesanato em madeira, Silveira possui diversos ateliês. Os artesãos produzem pássaros – típicos da região -, vários enfeites para o lar e muitos brinquedos educativos. Tudo é esculpido em madeira e pintado à mão. Alguns espaços estão abertos à visitação.
A cidade histórica do interior de SP também é muito conhecida pelo movimento tropeiro. A Estrada dos Tropeiros foi o caminho percorrido pelos homens que transportavam gado e mercadorias nas regiões Sudeste e Sul durante o século XVII até parte do XIX. A estrada SP 068, que liga Silveiras até Bananal, serviu de base para a antiga Rio-São Paulo.
A sede da Fundação Nacional do Tropeirismo está instalada num antigo casarão do século XIX. Ali, além de material para realizar pesquisas sobre o tropeirismo, o turista encontrará um restaurante com comida típica, uma hospedaria e um museu.
Outros prédios históricos de Silveiras-SP são a igreja matriz Nossa Senhora da Conceição, que começou a ser construída em 1830, e a Cadeia Velha – que atualmente funciona como restaurante de comida típica do tropeirismo. Sua construção começou no final do século XIX e, mais tarde, foi restaurada pelo escritor Euclides da Cunha. Na praça central, você ainda poderá visitar o Casarão Tropeiro, que possui biblioteca, livraria, cursos e núcleo de pesquisa.


Cachoeira do Paraitinga - Silveiras / SP | Aniello de Vita

Para os viajantes aventureiros que gostam de trilhas, as cachoeiras de Silveiras atraem um grande número de turistas. Entre elas, está a cachoeira do Paraitinga, localizada a 30 km do centro da cidade. A queda d’água do bairro dos Macacos encanta pela sua largura e beleza em meio à mata da Serra da Bocaina. Já mais próxima do centro, está a cachoeira Ronco d’Água, que pode ser acessada a pé, pela antiga trilha dos tropeiros.

Se você gosta de caminhar, outra dica é um passeio pela Trilha de Independência. Durante o trajeto, você poderá conhecer as trincheiras utilizadas na Revolução Liberal de 1842 e na Revolução Constitucionalista de 1932 e a cadeia de Euclides da Cunha

E se ainda tiver fôlego, faça um passeio até o Pico da Boa Vista. Do alto dos seus 2.050 metros de altitude, é possível observar grande parte do Vale do Paraíba. O local é rico em ervas medicinais.

Festival de Inverno no interior de SP

Em julho, é realizado na região o “Festival de Inverno do Vale Histórico” e, em Silveiras, o “Festival Pintando na Madeira, que reúne os artesãos do município. Durante os dias do evento, os visitantes podem exibir seus dotes artísticos, pintando os pássaros nos ateliês. Na Praça do Tropeiro há também um espaço para pintura destinado às crianças de todas as idades, onde elas podem se divertir e aprender mais sobre a cultura regional.

*
Como chegar em Silveiras?


Para chegar a Silveiras, cidade distante a 220 quilômetros de São Paulo, pegue a via Dutra até quilômetro 36 e utilize a saída 34.

Nenhum comentário