O que fazer em Paranapiacaba-SP?

Candidata ao título de Patrimônio Cultural da Humanidade concedido pela Unesco, a Vila de Paranapiacaba foi construída pelos ingleses na segunda metade do século XIX. O projeto Expresso Turístico -- Trem de Paranapiacaba, é uma dica legal de passeio com as crianças no final de semana, feriado ou férias.
A charmosa vila, patrimônio arquitetônico do Brasil, está localizada na região metropolitana de São Paulo, e pertence ao município de Santo André. A cidade fica no limite entre o Planalto Paulista e a Serra do Mar. 

A Vila, nomeada pelos índios tupis tem no seu nome o significado “de onde se vê o mar”. Por isso mesmo o local é boa opção para os amantes da natureza e também de história.

Roteiros para viagens perto de SP

***

O que fazer em Paranapiacaba?

Estação de trem em Paranapiacaba, em Santo André-SP | Sergio Luiz Jorge

A cidade histórica e turística ao lado de São Paulo encanta por suas casas de madeira hierarquicamente divididas pelas ruas planejadas da Vila Martin Smith, na Parte Baixa, pelo colorido das casas do morro da Parte Alta, pelo movimento dos trens e por sua típica neblina.

A área que contorna a Vila de Paranapiacaba foi transformada na unidade de conservação Parque Natural Municipal Nascente de Paranapiacaba

Conhecido pelas belas trilhas do Olho D’Água, o tanque do Gustavo, a Pontinha, a Água Fria e a Comunidade podem ser visitados com acompanhamento de monitor ambiental. São 4 milhões de metros quadrados de Mata Atlântica preservada e as várias nascentes que contribuem para o abastecimento da Represa Billings, localizados no entorno da Vila de Paranapiacaba. 

Para gosta de adrenalina, um ótimo ponto para o turismo de aventura em rapel e arvorismo é a Cachoeira da Fumaça que possui uma queda d’água com cerca de 130 metros de altura.
Já os que desejam apreender um pouco mais sobre a história ferroviária da Vila e os primeiros habitantes do local podem visitar o Museu Funicular do Trem, um dos principais pontos turísticos de Paranapiacaba. Lá estão os galpões que abrigaram o maior sistema funicular do mundo, ainda em seu lugar original. As peças em exposição mostram como era feito o trabalho das maquinarias, como a roda de inércia movida a vapor, os cabos de aço e um veículo serra-breque.

***

Viagem de trem perto de SP

Um dos passeios mais procurados na Vila é o Expresso Turístico. O trajeto é realizado aos domingos, exceto nos segundos domingos do mês. 

A viagem é feita a bordo de uma composição, formada por dois carros fabricados no Brasil na década de 50 e tracionados por uma locomotiva da mesma época, totalmente reformada. O percurso de tem 48 Km de extensão e demora aproximadamente 90 minutos, proporcionando ao turista uma viagem no tempo.
Além disso, é possível encontrar em operação a segunda locomotiva mais antiga do Brasil e hoje integra o acervo da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária.

A Vila de Paranapiacaba, na região metropolitana de São Paulo | Sérgio Luiz Jorge

Paranapiacaba, além de ter sido incluída entre os 100 monumentos mais importantes do mundo pelo World Monuments Fund, uma organização não- governamental que atua na área de preservação do patrimônio histórico, e integra a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, reconhecida pela Unesco como de relevante valor para humanidade.
Caminhar pelas ruas, cercadas por casas de arquitetura britânica, é um dos passeios mais agradáveis para os turistas. A maioria das construções é feita em pinho de riga, madeira nobre originária do Leste Europeu.

Em meio às edificações que revelam o passado do local, existe um circuito cultural atrativo. Construído em 1897 para abrigar um empório de secos e molhados, o Antigo Mercado, após passar anos fechado, foi restaurado e tornou-se um centro cultural que recebe exposições temporárias. 

A cidadezinha turística também reúne endereços dedicados ao artesanato. Para quem gosta de aventuras, seis trilhas com diferentes níveis de dificuldade estão espalhadas pelo Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba.
E no frio, a Vila também conta com o famoso Festival de Inverno de Paranapiacaba, entre julho e agosto de 2017. Além das atrações musicais, intervenções artísticas são espalhadas pelas vielas nesse período, que transformam o local em uma espécie de museu a céu aberto. 

Destino de inverno: O que fazer em São Francisco Xavier?

***

Como ir a Paranapiacana-SP?




Para chegar na cidade, os visitantes podem utilizar a Linha 10-Turquesa da CPTM, com destino a Rio Grande da Serra. Chegando à estação final, o usuário deve pegar o ônibus de número 424 para a vila.
A CPTM também possui o Expresso Turístico que segue direto para o destino, sem a necessidade de ônibus. A dica é comprar a passagem de trem antecedência, especialmente durante o Festival de Inverno, nas estações Luz ou Santo André, na Linha 10-Turquesa.
Os turistas também podem chegar em Paranapiacana de carro. Pela Via Anchieta, siga até o km 29 pela pista marginal, sentido Riacho Grande. Entre na Estrada Velha do Mar (SP-148, sentido Ribeirão Pires) e acesse a Rodovia Índio Tibiriçá (SP-31) até o km 45,5, na alça de acesso para a Rodovia Antonio Adib Chamas (SP-122) até a vila histórica.

Nenhum comentário