Gruta da Tapagem, no Parque Estadual Caverna do Diabo

Um dos lugares mais legais para viajar no interior de SP para quem gosta de aventura e natureza. Um paraíso ecológico localizado no Vale do Ribeira, mais precisamente dentro do Parque Estadual Caverna do Diabo.

É assim que pode ser definida essa escultura da natureza, a Gruta da Tapagem, que ficou conhecida popularmente Caverna do Diabo.

Dicas de roteiros por cidades turísticas em SP

cidades sp
Caverna do Diabo, turismo no interior de SP | Divulgação
Tida como um verdadeiro patrimônio ambiental, a caverna impressiona pela beleza. Há diferentes tipos de passeios. Esta caverna em SP conta com escadarias, corrimões e iluminação, o que facilita o acesso mesmo para quem tem dificuldade de locomoção.

É possível seguir pela trilha do Araçá, com quedas d'água e lagos para mergulho. O passeio dura cerca de uma hora e é feito com o acompanhamento de um monitor ambiental.

Uma trilha mais difícil é a trilha para o Mirante do Governador. É preciso 2 horas e 30 minutos para completar o percurso. Do alto, os visitantes podem apreciar uma vista panorâmica do Vale do Ribeira. 
Vale a pena ler o relato do blog Rota Interior sobre o que fazer no Petar -- as cachoeiras, trilhas e cavernas da região.

Como chegar na Caverna do Diabo

Localizada no município de Eldorado, a 295 km da capital, com acesso pela Régis Bittencourt (BR-116), ela ainda está rodeada de trilhas, cachoeiras e mirantes com vistas para as montanhas de SP.

Acesso: saindo de São Paulo, o acesso ao Parque é feito pela rodovia Régis Bittencourt (BR-116), até a cidade de Jacupiranga (km 446). Segue-se então pela rodovia SP-193 (Rodovia José Edgard Carneiro dos Santos) até a cidade de Eldorado e, posteriormente, pela SP-165, em direção à Serra André Lopes. A distância total a partir da cidade de São Paulo é de 295 km.

*
SERVIÇO
Parque Estadual Caverna do Diabo
Horário de atendimento ao público: de terça-feira a domingo das 8h às 17h
Feriados prolongados: abertura nas segundas-feiras das 8h às 17h e fechamento no dia útil subsequente
Férias (de 1º a 31 de janeiro, e de 1º a 30 julho): de segunda-feira a domingo, das 8h às 17h

É obrigatório o serviço de monitoria ambiental autônoma

Nenhum comentário