O que fazer em Embu das Artes?

Pertinho da Capital, Embu das Artes é excelente opção de cidade romântica para viajar no final de semana perto de SP.

A apenas 30 km da capital, a estância turística de Embu é uma excelente opção de passeio barato para quem não pode ir muito longe nos finais de semana ou não quer enfrentar uma viagem de carro com horas e horas na estrada.

Embu das Artes é um verdadeiro ateliê a céu aberto: os artesãos expõem suas obras nas ruas do centro histórico. Essa produção artística, que tornou a cidade reconhecida internacionalmente, atrai milhares de viajantes para conhecer e visitar a cidade a cada fim de semana. Existe desde peças de artesanato indígena até objetos de arte contemporânea e móveis rústicos de madeira maciça.
A cidade turística perto de SP, no entanto, é muito mais do que uma feira de artes. Mesmo que você faça aquela viagem rápida de um único dia, a cidade oferece diversas opções de lazer. Confira as principais dicas de passeio abaixo:

***

O que fazer em Embu das Artes?

A cidade, referência no mundo das artes, ganhou projeção nacional e internacional em 1964 com o 1º Salão das Artes. Ainda nesta década, o município passou a receber hippies que mostravam suas peças aos finais de semana.

Essa exposição virou marca registrada da cidade e ganhou o nome de Feira de Artes de Artesanato: visita obrigatória para quem vai para Embu aos finais de semana. 




Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Embu das Artes | CC
Complexo Nossa Senhora do Rosário – Tombada pelo patrimônio histórico, a igreja Nossa Senhora do Rosário foi construída em taipa de pilão por volta de 1700 pelo padre Belchior de Pontes. É uma das mais importantes e preservadas construções jesuítas em São Paulo. 
O complexo é formado também pelo Museu de Arte Sacra. O acervo reúne imagens de anjos, santos e personagens bíblicos, produzidas entre os séculos XVII e XIX. O principal destaque é a obra “Senhor Morto”, esculpida em tamanho real em um única tora de madeira.
Capela de São Lázaro – Construída em 1934 por moradores da cidade, a capela foi reformada em 1949. Entre os destaques estão a imagem de São Lázaro, feita pelo artista Cássio M´Boy, e o Santo Cristo, entalhado por Zé Santeiro.
Memorial Sakai – Inaugurado em 2003 e exibe peças de Tadakiyo Sakai, um dos mais importantes artistas de escultura em terracota do Brasil. As visitas são guiadas por monitores que contam sobre a vida do artista. No local também são oferecidos cursos gratuitos de arte em cerâmica.
Parque do Lago Francisco Rizzo – Com 217 mil metros quadrados, ocupa uma antiga área de extração de areia. A principal atração é o lago de 56 mil metros quadrados que abriga várias espécies de peixes. O parque tem, ainda, pistas de cooper, biblioteca especializada em meio ambiente, viveiros de mudas de plantas e de árvores, além de brinquedoteca.

Dica de viagem: cidades românticas em SP
Museu do Índio – O acervo possui peças que retratam os costumes, crenças, rituais, aspectos da vida comunitária e a relação que as várias nações indígenas têm com a natureza. O local também funciona como centro de pesquisa sobre a cultura indígena.
Capela de Adoração à Santa Cruz – Construída anexa ao Memorial Sakai, a capela era um grande sonho que o mestre Sakai não conseguiu realizar em vida. A adoração à Santa Cruz começou no século XVII pelos padres jesuítas, que catequisaram os índios por meio do canto e da dança. A população da cidade mantém essa tradição viva até hoje, dedicando o dia 3 de maio à Santa Cruz.
Cidade das Abelhas – Esta é uma dica para quem gosta viajar e apreciar a natureza. O local fica numa extensa área da Mata Atlântica. O passeio mostra a importância da vida das abelhas, aliado à ecologia e ao lazer.

-- O que fazer em Guararema, SP

***

Como chegar em Embu das Artes?

Embu das Artes fica às margens da rodovia Regis Bittencourt (BR-116), sentido Curitiba. A entrada da cidade está na altura do km 279 da estrada, que pode ser acessada via Rodoanel ou Marginal Pinheiros.

Nenhum comentário